top of page

Vai ter um casting? Respire fundo!

Atualizado: 20 de jul. de 2023




Existe todo um conjunto de circunstâncias, posturas e atitudes que podem levar a que seja esta e não a outra pessoa a ser selecionada para um papel em televisão, teatro, cinema ou publicidade. Quando se trata efetivamente de encarnar uma personagem, o talento e as técnicas de representação são a exigência número 1, não há dúvidas! Mas há também outros aspetos a ter em conta. Toda a envolvência tem uma dinâmica que pode não ser fácil, pode criar stresses e ansiedades e é importante que a conheçamos melhor. Leia este texto até ao fim, para desmistificar alguns conceitos e descobrir as várias nuances do processo, onde podem ser considerados o aspeto, abordagem e competências e não só!



Como me preparo para um casting?


Preparar-se para castings e audições é um passo muito importante para conseguir enveredar por uma carreira enquanto ator. Como em qualquer tarefa, fazer todo o trabalho de casa ajuda sempre! O que pode fazer para uma preparação a 100%? Aqui ficam algumas dicas:


  • Pesquise bem sobre o projeto: descubra o máximo que puder sobre o projeto para o qual vai fazer o casting. Leia o guião, veja trabalhos anteriores dos profissionais envolvidos e pesquise sobre os seus futuros colegas, desde os atores, aos produtores e realizadores.


  • Conheça bem a sua personagem: Estudar o guião e tentar imaginar como pode dar vida à personagem implica saber tudo sobre esta, nas suas dimensões físicas e psicológicas. Existem várias técnicas e métodos de construção da personagem. Já conhece a Técnica de Chekhov? Michael Chekhov criou um conjunto de técnicas assentes no princípio de que existe um elo indissociável entre o corpo, a mente e as emoções. A Formação “Construção do Ator e da Personagem”, com Elsa Valentim, é uma proposta muito assertiva e criativa neste campo.


  • Pratique as suas falas: Memorize as suas falas e pratique-as o máximo possível! Gravar este exercício, para depois ouvir e ver e identificar as áreas que precisam ser melhoradas, é muito importante.


  • Obtenha feedback: peça a amigos ou familiares para lhe dar um feedback sobre a performance que preparou para o casting. Eles podem dar-lhe opiniões honestas e construtivas sobre o trabalho da personagem, se a sua apresentação é convincente e se precisa trabalhar em áreas específicas.


  • Vista-se em consonância com a personagem: Se falamos de uma produção de época, pode ser mais difícil, mas há sempre maneiras de contornar. Os gestos e atitudes e os adereços ajudam muito num contexto de construção da personagem.


  • Seja confiante: entre na sala de audição com confiança. Lembre-se de que o diretor de atores não o conhece! A confiança é um ponto positivo transversal a qualquer contexto profissional e pessoal.


  • Mantenha o foco: não deixe que o nervosismo ou as distrações o atrapalhem. Respire fundo e concentre-se na tarefa em questão.


  • Esteja preparado para improvisar: pode acontecer pedirem-lhe que improvise uma cena ou experimente abordagens diferentes para uma personagem. Esteja preparado para ser flexível e conseguir adaptar-se a circunstâncias diversas.


  • Seja positivo: lembre-se de que a rejeição faz parte de qualquer processo de recrutamento, chamemos-lhe assim. Só para poucas pessoas, um casting resultará num emprego. Mantenha-se positivo e use cada casting como uma oportunidade para melhorar as suas competências, conhecer melhor a situação a si mesmo neste enquadramento, ganhando experiência e capacidade de resposta.


E agora, mais descontraídos, dizemos: momentos de oportunidade podem surgir quando menos esperamos!


No casting de Robert De Niro para "O Padrinho", o famoso ator fez o teste para o papel de Sonny Corleone, através de uma cena improvisada com o realizador Francis Ford Coppola. Coppola ficou tão impressionado com a atuação de De Niro que o escolheu como protagonista do filme, embora De Niro não estivesse a fazer o casting para o papel de Vito Corleone.


Tal como referimos acima, não é tarefa fácil. Há contratempos, muito nervosismo e ansiedade à mistura, sobretudo para os atores iniciantes. Respire fundo.


  • Respiração profunda: respire fundo algumas vezes, inspirando lentamente pelo nariz e expirando pela boca. Isso pode ajudá-lo a diminuir a sua frequência cardíaca e a acalmar.


  • Relaxamento muscular progressivo: contraia e depois relaxe cada grupo muscular do corpo, começando pelos dedos dos pés e subindo até à cabeça. Isso pode ajudá-lo a liberar a tensão e a sentir-se mais relaxado.


  • Visualização: Feche os olhos e visualize-se tendo um bom desempenho no casting. Imagine-se sentindo-se confiante, relaxado e com o controlo total da situação.


  • Diálogo interior positivo: use o diálogo interior positivo para aumentar a sua confiança e reduzir a ansiedade. Repita afirmações para si mesmo, como "estou preparado e capaz" ou "estou confiante", “eu tenho o que é preciso”.


  • Atividade física: Faça alguma atividade física leve, como alongamentos ou uma caminhada curta. Isto pode ajudá-lo a libertar a tensão e aumentar o fluxo sanguíneo para o cérebro, para se sentir mais alerta e focado.



A nossa querida formadora de teatro Ângela Pinto também é coach em Preparação para castings e audições. Preparação para provas com texto, de acesso a escolas de teatro e Coaching de formação para atores são as áreas de atuação.


Fique a conhecer melhor o mundo de Consultoria e Coaching one-to-one na Proficoncept!


Por que não nos contacta? Nós contamos-lhe tudo!

+351 968 450 911

(chamada com custo para a rede móvel nacional)



Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page